Portal do Governo Brasileiro
Perspectiva:
Processos
Foco:
4. Estruturação, fomento e promoção
Objetivo:
4.5. Estimular o desenvolvimento sustentável da atividade turística
Iniciativas por Objetivo
Iniciativa:
4.5.3. Fomentar o desenvolvimento do turismo local e promover inclusão social
Responsável: Marcela Dieckmann Jeolás
Substituto: Adriana Pereira dos Santos / Evaldo Cabral da Silva / Nilvana Ribeiro Soares
Área: DCPAT / SNPDTur
PPA: LOA:
Meta: 4
Período Nov/2013 a Nov/2013
Tipo de indicador:
Fórmula de cálculo
Caracterização da meta:
Meta Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acumulado até Dezembro Total
Prevista - - - - - - - - - - 4 - 4 4
Realizada
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
Descrição: Número de projetos apoiados
Meta anual: 4
Início da mensuração: Nov/2013

Previsto x Realizado - Total
Previsto x Realizado - Mensal
Previsto x Realizado - Acumulado
Mês Meta Física Avaliação Mensal Arquivos
Prevista Realizada
Janeiro -
-
Acompanhamento das atividades a serem executadas no âmbito dos instrumentos vigentes, referentes à meta estipulada para o exercício de 2013. Entre elas o acompanhamento das atividades do Projeto de Fortalecimento do Turismo de Base Local em Gramado, de Fortalecimento da Gastronomia Étnica em Curitiba, e de Fortalecimento à incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo, em execução em 15 regiões turísticas. Também foram realizados contatos com potenciais parceiros para novos projetos a serem apoiados em 2013.
Fevereiro -
-
Acompanhamento das atividades a serem executadas no âmbito dos instrumentos vigentes, referentes à meta estipulada para o exercício de 2013. Entre elas o acompanhamento das atividades do Projeto de Fortalecimento do Turismo de Base Local em Gramado, de Fortalecimento da Gastronomia Étnica em Curitiba, e de Fortalecimento à incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo, em execução em 15 regiões turísticas. Também foram realizados contatos com potenciais parceiros para novos projetos a serem apoiados em 2013.
Março -
-
Acompanhamento das atividades a serem executadas no âmbito dos instrumentos vigentes, referentes à meta estipulada para o exercício de 2013. Entre elas o acompanhamento das atividades do Projeto de Fortalecimento do Turismo de Base Local em Gramado, de Fortalecimento da Gastronomia Étnica em Curitiba, e de Fortalecimento à incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo, em execução em 15 regiões turísticas. Também foram realizados contatos com potenciais parceiros para novos projetos a serem apoiados em 2013.
Abril -
-
Maio -
-
Acompanhamento das atividades a serem executadas no âmbito dos instrumentos vigentes, referente à meta estipulada para o exercício de 2013. Entre elas o acompanhamento das atividades do Projeto de Fortalecimento do Turismo de Base Local em Gramado, em que o convenente está iniciando a licitação para a execução dos objetivos propostos no plano de trabalho. Também estão sendo acompanhadas as atividades de Fortalecimento da Gastronomia Étnica em Curitiba, na qual nesse momento encontra-se em fase de conclusão, estão sendo aguardados a finalização das ações pela Prefeitura de Curitiba e as atividades de Fortalecimento à incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo, em execução em 15 regiões turísticas, com a previsão de encerramento das atividades previstas no projeto da cidade de Bonito, MS.
Junho -
-
Monitoramento das atividades executadas no âmbito do Convênio n.º 778341/2012 cujo objeto é ?Fortalecimento do Turismo de Base Local nas Comunidades de Linha Ávila e Serra Grande em Gramado?, processo licitatório concluído e solicitação de aprovação de recursos para OBTV Convenente. Providências no sentido de celebrar Termo de Cessão dos bens remanescentes do Convênio n.º 753749/2010 - Fortalecimento da Gastronomia Étnica em Curitiba. Monitoramento das atividades desenvolvidas no âmbito do Convênio n.º 599/2007 - Fortalecimento à incubação de empreendimentos econômicos solidários na cadeia produtiva do turismo, em execução em doze 12 destinos turísticos prioritários.
Julho -
-
Acompanhamento “in loco” das ações do Convênio 599/2007- FINEP/MTUR e participação no Workshop Final de Empreendimentos Econômicos Solidários com Perspectiva para o Turismo do Mato Grosso do Sul pertinente ao Projeto “Incubação de Empreendimentos Econômicos Solidários na Cadeia Produtiva do Turismo nas Regiões de Bonito e Serra da Bodoquena e do Pantanal/Corumbá”.
Agosto -
-
Realização de reunião no ICMBio, no dia 14/08/2013, com a Diretoria de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial em Unidades de Conservação, para Tratar da articulação de ações conjuntas em projetos que são de interesses recíprocos. O ICMBio tem ações a serem executadas em Unidades de Conservação Ambiental e entorno. Muitos dos municípios onde se localizam essas Unidades de Conservação são municípios que estão priorizados no Programa de Regionalização do Turismo do MTur e/ou estão próximos das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.
Setembro -
-
Monitoramento das ações apoiadas e análise dos processos de prestações de contas. Fiscalização in loco do Projeto "Incubação e Desenvolvimento Local: Empreendimentos Econômicos Solidários na Cadeia Produtiva do Turismo no Município de Armação dos Búzios", apoiado pelo Ministério do Turismo com recursos provenientes do Convênio n.º 599/2007, firmado com a Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP. Foi realizada uma oficina que teve como objetivos a elaboração do Plano Estratégico da Rede de Empreendimentos Búzios Sustentável formada pelos 10 (dez) empreendimentos econômicos solidários participantes do projeto e eleição dos 3 (três) representantes da Comissão colegiada da rede. Na ocasião estavam presentes representantes dos seguintes empreendimentos: AGTAB, Somunear, Associação de Arte e Cultura - Circo, Associação das Pousadas de Búzios, Coopera Búzios, Associação Fazer, Arte em Madeira, Aquicultura, Coocare, Quiosques de Geribá e Acare. Também realizada visita técnica à 3 (três) empreendimento econômicos solidários, sendo Associação de Guias de Turismo de Búzios - AGTAB, Associação de marisqueiros composta por pescadores que criam e comercializam mariscos e ostras artesanalmente e Cooperativa de lixo reciclável que trabalha com catadores de lixo em Búzios, e realizam um trabalho junto à Prefeitura de reaproveitamento do lixo que é produzido na cidade. Tem um papel importante em relação à sustentabilidade do destino e na consolidação da Rede Búzios Sustentável formada pelos empreendimentos econômicos solidários participantes do projeto.
Outubro -
-
Análise de processos de prestação de contas. Tratativas com a Prefeitura de Gramado-RS sobre apoio à ações nas comunidades de Serra Grande e Linha Ávila de projetos de fortalecimento do turismo de base local, com agendamento de visita técnica. Monitoramento de outros projetos em andamento.
Novembro 4
-
Análise de processos de prestação de contas. Monitoramento dos convênios nº 778341/2012 e 599/2007. Visita técnica à cidade de Gramado-RS para acompanhamento do convênio cujo objeto é: Fortalecimento do turismo de base local nas comunidades de Linha Ávila e Serra Grande. Foram realizadas duas reuniões técnicas na sede da prefeitura e visitas aos dois roteiros turísticos que estão em implementação. Na ocasião, foram verificados o percentual de execução do convênio e a necessidade de aditivo de prazo.
Dezembro -
-
Monitoramento dos convênios nº 778341/2012 e 599/2007. Análise de processos de prestação de contas. Informamos que de acordo com o Decreto nº 8.102, de 06/09/2013, publicação no DOU em 09/09/2013, seção 1, Pág. 3, a Coordenação Geral de Projetos Estruturantes em Áreas Priorizadas foi extinta. Os convênios/ações em execução por esta coordenação passaram a ser acompanhados pela Coordenação Geral de Produção Associada e Desenvolvimento Local. Identificamos como ponto forte desta ação a questão da Inclusão Social na cadeia produtiva do turismo. Na cidade de Gramado-RS e nas cidades onde foram incubados empreendimentos econômicos solidários por meio do convênio com a FINEP, observamos a melhoria de trabalho e renda nas comunidades. Como ponto fraco identificamos a pouca articulação das Prefeituras e Secretarias Estaduais com entidades e organizações locais, em comunidades carentes de infraestrutura e com grande potencial turístico. Esta falta de articulação dificultou o repasse de recursos, tendo em vista as limitações legais para parcerias com entidades não governamentais.
Acumulado até Dezembro 4
-
Total anual 4 -
Avaliação Final

Legenda: Insatisfatório - Abaixo de 55% Merece atenção - 55% a 90% Satisfatório - Acima de 90% Sem meta prevista para o período Não houve preenchimento / distribuição mensal